História do Iperge

Olá! Sou Ataide Zanque (Zanchi) de Azevedo.

Ao pesquisar sobre os meus ancestrais e as suas origens me deparei com encontros, reencontros, histórias emocionantes e um sentimento que levou à muita reflexão! Vi se abrir um deslumbrante e belo horizonte que tem levado ao conhecimento de quem eram os meus ancestrais e de quem são os seus descendentes, meus queridos familiares e amados agregados e amigos que surgem a cada dia mais!

A pesquisa se iniciou com a história dos meus avós maternos, João Zanchi e Maria Scarpellini Zanchi. Quantos irmãos eles tinham e quem eram os descendentes deles? Quem eram os seus pais, avós e os demais parentes e ancestrais? Quais vieram da Itália, de que região e por quê? Quando vieram já tinham outros parentes no Brasil? Se tinham, quem eram esses? Na busca pelas respostas, foram como que brotando, sobrenomes como LIBANORO, MORO, CARMELLO, MANTOVANI, PERUZZO, CREPAGLI, BRINO, PASQUATO, CATTANEO, VIOLIN, BERTONE, RIBONI, MAGRI, etc. e etc., ... Além dos sobrenomes de origem portuguesa, espanhola, etc. e etc., ... As respostas foram surgindo à medida em que recuperava o contato com meus primos e tios e conhecia novos parentes que até então eu nem sabia que existiam. Entre esses novos parentes, estava a minha querida segunda-prima-irmã Elenice Sebastiana dos Reis que, com os demais de sua família, me ajudaram muito nas descobertas das nossas histórias de família! E como ela já era advogada especializada em cidadania italiana, temos hoje o prazer de trabalharmos juntos. Também de fundamental importância foi conhecer o meu segundo-primo de primeiro grau José Alberto Scarpellini que já era pesquisador da nossa história familiar há décadas - sem dúvida, o maior pesquisador da história dos Scarpellini e agregados no Brasil!

As pesquisas nos levam à impressionantes viagens virtuais, presenciais e no tempo, às regiões de onde nossos familiares vieram e para as regiões por onde se espalharam!

Percebi que a pesquisa sobre os meus ancestrais teria um alcance muito mais abrangente e infinito à medida em que mais e mais sobrenomes eram agregados! Em alguns casos chegamos até aos nossos ancestrais na Itália e nas regiões de onde vieram. Em outros casos continuamos com as nossas diligentes pesquisas em busca da história de outros ancestrais e de suas regiões de origem.

Enfim, tudo começou com a curiosidade de saber quem eram os parentes dos meus avós. Mas, em pouco tempo descobri que havia muita história e muitos parentes a serem descobertos! Então, surgiu o projeto de formarmos "Uma Grande Árvore Genealógica Familiar da Imigração no Brasil" e o sonho de termos uma Fundação para pesquisas e para a preservação dos documentos, fotos e registros genealógicos, com um museu para exposição de todo o material da nossa história, formando uma comunidade da história da imigração no Brasil.

Mas, uma Fundação exigirá uma sede própria e um investimento alto. Sendo assim, por que não iniciar com um Instituto virtual (Iperge - Instituto de Pesquisas e Registros Genealógicos) para organizarmos melhor o trabalho de pesquisas e registros genealógicos e a promoção de eventos familiares enquanto formamos a base para a futura Fundação? Pois bem, aqui estamos, trabalhando, em busca da realização desse sonho! À parceria minha e da dra. Elenice Sebastiana dos Reis se somou a minha querida segunda prima Danielli Menezes e,  agora, também, estamos tendo o grande prazer de trabalhar com ASSESSORIA para ajudar cada descendente de italiano a realizar o seu sonho de ter a sua  CIDADANIA  ITALIANA reconhecida.

Formamos um grupo de familiares e amigos que aumenta a cada dia, que muito já contribuiu e continua a contribuir para as pesquisas e registros nas nossas árvores genealógicas. Contamos também com você. Nos contate! Seja muito bem-vindo, querido familiar, prezado amigo e visitante!

Seu amigo e/ou parente,

Ataide Zanque (Zanchi) de Azevedo